-A A +A
Pró-Reitoria de Graduação

Procedimentos para estágios

 


Atenção!
Os formulários devem ser preenchidos eletronicamente e entregues de forma impressa.
Não serão aceitos formulários preenchidos à mão.

1)         O estudante, que deseja fazer Estágio Obrigatório, ou Não Obrigatório, precisa, antes de mais nada, identificar se atende aos requisitos definidos pelo Colegiado de seu Curso.
1.1)        Para fazer Estágio Obrigatório, é preciso estar matriculado na disciplina Estágio Supervisionado.
1.2)        Para fazer Estágio Não Obrigatório, é preciso estar matriculado em disciplina(s) no semestre letivo.
1.3)        Para fazer Estágio Não Obrigatório (remunerado), é preciso ter o Coeficiente de Rendimento (CR) mínimo necessário; ter cursado o mínimo de períodos exigidos e obedecer a carga horária semanal máxima (para estágio), conforme definições do Colegiado do Curso
 
2.  Ao interessar-se por fazer estágio em uma determinada instituição, o estudante precisa verificar se ela já tem Convênio com a UFES, ou com algum Agente de Integração conveniado à UFES. Essa informação pode ser obtida na própria instituição, ou na Divisão de Estágios/DAA/PROGRAD (http://www.prograd.ufes.br/documentos ou Tel.: 4009-7871)
 
3.           Caso a instituição não tenha convênio, ela deverá firmá-lo, antes de receber estagiários da UFES. Os formulários e instruções estão disponíveis em:  http://www.prograd.ufes.br/documentos
3.1)        A instituição pode usar seu modelo próprio de convênio, desde que ele atenda às exigências da Lei do Estágio (Nº 11.788, de 25/09/2008) e da Resolução Nº 74/2010 – CEPE/UFES.
3.2)        O estágio somente pode ser iniciado após a completa formalização do Convênio e do Termo de Compromisso de Estágio (TCE).
3.3)        Caso a instituição já possua convênio com a UFES, poderá ser usado o TCE padrão UFES, disponível em http://www.prograd.ufes.br/documentos, ou um modelo próprio da instituição, desde que ele atenda às exigências dos normativos citados no item 3.1.
3.4)        Caso a instituição já tenha convênio, porém via Agente de Integração (Ex.: CIEE, IEL, COEPE, etc.), o estudante deverá procurar esse Agente, para cadastrar-se e candidatar-se a uma vaga de estágio.
3.5)        Quando o estágio é feito via Agente de Integração, é este quem emite toda a documentação, em formulário próprio
 
4)         Uma vez gerado o TCE, devidamente preenchido e assinado por todas as partes, inclusive pelo Professor Orientador do estágio, o estudante deve apresentá-lo à Divisão de Estágios/DAA/PROGRAD, em, no mínimo, 03 (três) vias. A UFES, por meio da Divisão de Estágios, é a última a assinar o TCE e sua assinatura é indispensável para a realização do estágio.
4.1)      A Divisão de Estágios verifica se o estudante realmente atende os requisitos definidos pelo Colegiado de Curso e se o TCE foi preenchido corretamente, bem como se não  há conflito de horário entre aula presencial e estágio.
4.2)      Caso esteja tudo correto, a Divisão de Estágios assina e retém uma das vias do TCE, contendo o Plano de Atividades de Estágio e, no prazo de 03 (três) dias úteis, devolve as demais vias ao estudante, para que ele faça a devida distribuição.
4.3)      O estágio só pode ser iniciado quando o TCE estiver assinado por todas as partes envolvidas.
4.4)      Antes do término de sua vigência, o TCE poderá ser aditivado, mediante solicitação escrita da instituição concedente, ou do Agente de Integração. O Aditivo deve ser emitido em 03 (três) vias.
4.5)      O estágio, em uma mesma instituição, pode ter duração total máxima de 02 (dois) anos.
4.6)      Alterações de carga horária, de horário, ou de Supervisor Local também exigem a criação de um Aditivo ao TCE.  A UFES, por meio da Divisão de Estágios é a última a assinar o Termo Aditivo.
 
5)         Ao final do estágio, o estudante deve apresentar um comprovante, onde constem, obrigatoriamente, as datas efetivas de início e de fim do estágio, para que seja feito o registro na Divisão de Estágios.
5.1)      A comprovação do tempo efetivo de estágio deve ser feita mediante apresentação de: anotações incluídas, pela instituição concedente, na sua Carteira de Trabalho e Previdência Social; ou do documento de Rescisão do TCE (em 03 vias), devidamente assinado pela concedente; ou de Declaração emitida pela instituição concedente, ou pelo Agente de Integração.
5.2)      O estudante, quando desejar, deve requerer o seu Certificado, mediante o preenchimento de formulário específico, disponível na página http://www.prograd.ufes.br/documentos
5.3)      Somente será emitido Certificado se o estudante já houver comprovado o período efetivo do estágio.

 

 

Transparência Pública
Acesso à informação
Reuni

© 2012 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras | Vitória - ES | CEP 29075-910